Contagem regressiva...

sábado, 20 de novembro de 2010

Epopéia...

Oi...

Bom, até o momento eu usei o blog para informar o que estava ocorrendo na minha busca por família.


Mas quero contribuir com as futuras au pairs mostrando tudo o que eu já fiz até ficar online.


Eu sempre pesquisei sobre programas de intercâmbio, e au pair no momento é o mais viável, custo x benefício.


Passos:


1º: Escolha da Agência

Eu fui em duas agências, ambas de confiança, mas minha vizinha já havia embarcado e estava adorando o programa, ou seja, super confiável (Cultural Care).

Acredito que a escolha da agência é muito importante, afinal ela te dará todo o suporte pré e pós embarque. Valores tanto do programa e salário de au pair não mudam muito, o que eu sinto que muda é a questão de como você vai pagar.



2º: Passaporte

Acesse o site: http://www.dpf.gov.br/servicos/passaporte/requerer-passaporte, e lá você irá preencher os dados solicitados e gerar a GRU (guia para recolhimento), após isso é necessário agendar a data para ir a Receita Federal.

Como eu moro no ABC, eu fui no Shopping ABC, tem um posto da Receita Federal, o único problema é que você precisa acessar todos os dias para conseguir agendar a data, mas é muito simples. Após agendada, compareça no dia com alguns minutos de antecedência, tira digitais e foto, e após uns dias já pode ir buscar.



3º: Atestado de Antecedentes Criminais

É o mais fácil, basta acessar o site: http://www.ssp.sp.gov.br/servicos/atestado.aspx, informar seu dados e sai na hora.



4º: Atestado Médico e Vacinas

Pra quem ainda não tomou todas as vacinas (como eu), peguei minha carterinha e fui a um posto de saúde e tomei, super simples. Já o atestado médico eu fui em um médico particular e paguei pela consulta, o médico que eu me consultei foi super atencioso e me examinou certinho de acordo com o que estava constando na ficha da agência, preencheu tudo em inglês.



5º: PID

A maioria das meninas tiram o PID depois do Match, mas eu sou desesperada e gosto de deixar tudo certinho o quanto antes.

Acesse o site: http://www.detran.sp.gov.br/, clique no link PID, preencha o requerimento padrão e imprima, na minha cidade eu tive que autenticar duas cópias do requerimento, em seguida fui no Banco do Brasil, paguei a taxa (pelo que eu pesquisei cada estado tem um valor diferente, o de São Paulo na minha opinião é bem carinho viu, mas é necessário, e nem todos os estados americanos aceitam a PID, ou seja, você precisa tirar, mas não tem certeza que vai usar), depois de ter pago a taxa fui no Ciretran com cópia da minha CNH + Comprovante de Recolhimento da Taxa + Requerimento Autenticado. Depois de duas semanas retirei.



6º: Referências

Essa parte não depende muito de nós, temos que correr atrás de pessoas que possam comprovar que trabalhamos com crianças.

No meu caso a minha primeira chefe, é tia de uma amiga minha, ela foi muito atenciosa, e preencheu bonitinho, o marido dela muito atencioso também, conversamos muito, adorei poder reencontrá-la depois de tantos anos, foi meu primeiro emprego e eu adorava.

Já no meu segundo chefe, foi um pouco complicado, ele queria me dar um atestado comprovando que trabalhei como professora, mas não assinar o documento da agência, aí tive que ler com ele, explicar, no fim deu tudo certo.

Acho que a parte da referência é muito importante, afinal ela que te indicará para melhor family, sejam honestas a preencher a referência, porque quando vocês estiverem lá, haverá situações que vocês vão ter que agir, se disser que sabe trocar fraldas, não terá como dizer que não, é a vida de crianças que estarão sobre nossa responsabilidade.



7º: Application

Na CC o application é online, então é bem mais fácil, acredito que todas as agências também sejam, seja honesta em todos os quesitos, afinal chegando lá, a family tem que saber o máximo sobre você, um ano vivendo com uma family mostrará realmente quem você é, então vamos começar mostrando pelo application.

Tem um monte de perguntas, nós respondemos, apagamos, respondemos de novo, e assim vai, faça com o coração, pois o application é nosso cartão de visitas para as host families.



8º: Carta para Host Family

Na carta tente expor algo que ainda não foi dito nas outras questões no application, principalmente seu estilo de vida, sua convivência com a família.



9º: Fotos

Na CC eu somente coloquei as fotos e tem a opção para colocar a legenda, acho muito legal agências que deixam colocar as fotocolagens, acho que é uma oportunidade pra mostrar o lado criativo.

No meu caso eu coloquei foto da minha família, dos meus priminhos, de quando eu trabalhei como professora, dos meus amigos e dos meus pets.

Evitem colocar fotos com decote, em baladas que tenha bebida próximo, esse tipo de coisa, afinal não tem nada haver com o mundo au pair.



10º: Contato

Bom, quando eu estiver lá não quero me isolar do mundo, eu vou estar longe de todo mundo que eu amo, então vamos procurar pessoas que possam ser amigas, estar perto, somos seres humanos e precisamos nos relacionar.

Para isso criei o blog, já acompanhava há um tempo, mas não interagia, assim que abri o blog passei a trocar informações com outras futuras au pairs como eu, e ver meninas que já estão lá, que passaram tudo que você já passou dá uma gás pra nós não desistirmos.

Eu quero muito no meu ano de au pair ter a oportunidade de conhecer meninas do blog pessoalmente.

Uma outra dica é nos dias de treinamento ter caderninho e caneta na mão para pegar e-mail, e endereço das meninas, assim seu mundo au pair vai crescendo e você sempre terá alguém pra compartilhar experiências.



Bom eu sei que eu escrevi demais, mas acho importante compartilhar cada momento.



Fiquem com Deus...



Beijos...

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Caminhando contra o vento...

Oi meninas, voltei...

Bom há quase 15 dias outra family, sim... mais uma.

Para as meninas que não são da CC, eu vou explicar como funciona: Nós au pairs da Cultural Care ficamos online, e as famílias quando acessam nossa perfil recebemos um e-mail comunicando, não temos muitas informações sobre as famílias, mas acredito que dependendo do nível de interesse da family pela au pair, nós começamos a ter acesso a e-mail, telefone e fotos da family. Se há family com nosso perfil, as outras não tem mais acesso, ficamos exclusivas a uma só família.

Existe o lado positivo e negativo:

Positivo: Quando a family entra em contato, sabemos exatamente quantas crianças, e de onde a family é, não tem como confundir, afinal só uma pode estar com meu perfil.

Negativo: A família as vezes fica dias com o app e não entra em contato.

O prazo máximo que uma family pode ficar com o nosso app são 2 semanas, caso a family não entra em contato a CC disponibiliza o perfil novamente.

Essa família era totalmente atípica, pai solteiro com dois filhos adolescentes, um boy de 16 e uma girl de 13, e não tinha informação sobre host mom. Eu pude ver todos os dados da family, inclusive fotos e o endereço, e eu curti o perfil da family.

Depois de uns dias sem nenhum contato, mandei um e-mail pro host dad e não tive resposta. Mais alguns dias e nada, depois de uma semana eu mandei um e-mail pra CC, eles entraram em contato com o host dad, ele disse que gosto muito do meu perfil, mas precisava do aval da ex mulher. As meninas da CC perguntaram se eu ainda queria ficar com a family no perfil, eu disse que sim, afinal eu também tinha gostado do perfil. Mandei outro e-mail, aí no dia seguinte nada de family.

As meninas da CC, foram super atenciosas comigo, não tenho queixas sobre o atendimento da Cultural Care.

Bom estou novamente na area em busca da minha family.

Essa vida de espera não é fácil, mas eu tenho certeza que tudo acontece no momento certo.

Beijos...